Uma visita à Herdade das Faias O outro lado dos cosméticos Phillippe by Almada

11 de dezembro de 2014


Gosto do produto nacional. Gosto que existam pessoas empreendedoras que tentam levar o nosso nome lá para fora e colocá-lo ao nível dos grandes já existentes. E foi exactamente por isso que fiquei fascinada pelos cosméticos portugueses Phillippe by Almada, 100% nacionais e feitos à base de leite de burra.

Diz-se que Cleópatra VII tinha por hábito banhar-se em leite de burra e que os romanos utilizavam este leite para preparar bebidas de luxo e produtos de beleza.

História à parte, a composição deste leite é rica em nutrientes essenciais, apresenta propriedades restauradoras e renovadoras, aporta uma maior elasticidade e vitalidade, reflectindo-se, com o uso, uma pele mais jovem e saudável. No lançamento desta marca, foram criados três produtos essenciais: um leite corporal, um creme de rosto e um sabonete, aportando cada um deles cerca de 40% de leite de burra, daí a sua capacidade de hidratação excelente!

E onde é que este leite de burra é produzido? Mesmo aqui à saída de Lisboa - na Herdade das Faias. Eu, a Marta e a Mia, fomos conhecer a herdade responsável pelas burras que dão o leite que, mais tarde, vai criar estes cosméticos, e perceber todo o processo de criação, extração de leite e rotina das burras. Só para terem uma ideia, enquanto uma vaca produz cerca de 30 litros de leite por dia, uma burra produz apenas um litro, o que mostra o quão precioso este leite acaba por ser.

Pessoalmente, estava reticente relativamente a toda esta produção e experiência. Vemos tanta maldade e tantos produtos que, no seu fabrico, maltratam os animais que fiquei apaixonada por esta herdade. Não só as burras têm uma vivência fantástica, com hectares e hectares de terreno para correr, como têm todos os cuidados necessários durante a ordenha do leite, são bem tratadas e isso reflecte-se no seu comportamento dócil que nos apaixonou. Os criadores sabiam os nomes de todas, toooodas, mesmo que para nós fossem todas iguais e uma coisa que me deixou encantada foi a personalidade das burras: vinham atrás de nós, pediam festas e tinham ciúmes sempre que dávamos atenção a umas e não a outras. A Mia, que estava em pânico foi, literalmente, o alvo de amor de uma das burras que não a largou a manhã toda. Uma experiência aconselhada a todas as pessoas, crianças incluídas :)

Os produtos Phillippe by Almada encontram-se à venda online, no site da marca, nas farmácias e agora também na Wells.





Momento em que foram chamadas para a hora da ração - a loucura instalada!

Todas em fila durante a alimentação. 



As burras que vão ser ordenhadas à espera para poder entrar na sala onde se encontram as máquinas que retiram o leite. Uma curiosidade: todas sabem qual o seu lugar durante a ordenha e nenhuma pode ocupar o lugar de outra. O espaço a é dividido em quatro cubículos onde as burras se instalam para ser ordenhadas.

As burras a fazer pressão, a dar coices e empurrões à porta porque já tinha passado a sua hora de ordenhar. A primeira da fila não deixava as outras "roubarem" o seu lugar à porta. Sempre que uma tentava passar à frente, levava com coices e mordidelas :)




2 comentários

  1. Que coisas mais queridas! Não sabia que esta marca era feita cá. E fiquei também encantada com essas curiosidades que referiste sobre as burras.
    Beijnho
    Fla.

    ResponderEliminar
  2. Adorei as vossas fotos, estou a gostar muito de vos ver.
    Beijinho
    P.

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.