10 coisas que fizemos aos 20 anos e que gostávamos que alguém nos dissesse para não o fazer

8 de janeiro de 2016

Há 10 anos atrás, eu via os 30 como aquele número mágico em que toooooda a minha vida estaria resolvida. A verdade é que, aos 20 anos, eu achava-me a maior. Achava que tudo o que fazia estava certo e que sabia quem era, para onde ia e o que queria. A nossa cabeça idiota de 20 anos faz-nos pensar que temos toda a sabedoria do universo em nós. Se, calhar, quando tiver 40 anos vou ver como, agora aos 30, também não sabia nada. Mas essa é parte engraçada do crescimento.

O que eu gostava mesmo era que, há 10 anos atrás, alguém tivesse pegado em mim e me tivesse mostrado como tudo aquilo que estava a fazer era estúpido e como, 10 anos volvidos, iria olhar para mim e pensar: foste tão idiota... Por isso, estas são 10 coisas que, aos 20 anos, achamos super cool mas que, na verdade, gostaríamos de ter tido alguém a abanar-nos e a dar-nos um shake nas ideias. Ou seja, se têm 20 anos, estas são as 10 coisas que eu vos digo para não fazerem. Com a minha sabedoria, oh tão grande, dos 30 anos.

1. Não precisam de fotografar todos os vossos ângulos

E, hoje em dia, as redes sociais são cada vez mais escrutinadas a todos os níveis. Os vossos professores, colegas, pais, futuros empregadores... toda a gente vos pesquisa. Não queiram que um potencial empregador vos encontre e veja as vossas 30 fotos em bikini. E um tipo não vai gostar mais ou menos de vocês pelas fotos em fato de banho que tiram. Não se exponham gratuitamente.

2. Não andem atrás de idiotas que não mexem um dedo para estar convosco













Neste dia, em Sagres, lá para 2004, descemos um penhasco para ir ter com uns tipos a uma praia isolada. Antes, já havíamos conduzido de Armação de Pera até Sagres para nos encontrarmos com eles. Naquela altura, achámos muito engraçado colocar a nossa vida em risco, a descer um penhasco com uns 20 metros de altura, agarradas às ervas e aos troncos (eles tinham ido parar à praia por outro acesso de barco). Tudo porque eles estavam por lá a fazer surf e queriam que fossemos ter com eles. É muito fácil perceber quando um tipo quer estar convosco - quando gosta ou quando está interessado. Ele mexe-se e faz um esforço para combinar qualquer coisa. Ele não fica sem rede, não tem muito trabalho, não tem sono nem está muito cansado. Se ele fica à espera que vocês se desloquem e se encaixem na vida dele para poderem estar com ele... não está tão interessado assim. Move on!

3. Não usem roupa 3 números abaixo só para ficarem mais justas

Nós fazíamos isto tipo... sempre. Comprávamos calças pequenas, para ficarem super apertadas e justas porque achávamos que, assim, ficaríamos mais sexys. Como não apertavam, usávamos cintos enormes a tapar o botão. Quão ridículo isto é? Não coloquem em risco a vossa saúde e bem-estar apenas por uma imagem. Um tipo vai gostar de vocês quer tenham o rabo espalmado debaixo de umas calças de ganga apertadas ou não.

4. Dêem-se apenas com as pessoas que realmente gostam


A minha amiga conhecia um tipo, depois conhecia os amigos dele, e depois os amigos dele conheciam-nos a nós. E eventualmente, a coisa proporcionava-se e os romances surgiam entre os dois grupos. Quando olho para trás, vejo que não gostei necessariamente de muitos dos romances que tive. Eram porque sim. Porque convivia com aqueles tipos diariamente. Porque passávamos férias juntos. Porque eram divertidos. Porque me davam atenção... Hoje em dia, teria dito que não a muitos deles. Porque eram pessoas com quem não tinha nada a ver e que não tinham nada para me dar. Claro que, eventualmente, eles contribuíram para a pessoa que sou hoje. Mas guardem o melhor de vocês para tipos de quem realmente gostem.

5. Sejam práticas nos festivais. Não vão para lá desfilar.
E digo isto porque na maioria das vezes fica frio, há pó, estragam a roupa toda, a comida é cara e uma grande shit. Nós íamos para os festivais com uma malinha ao ombro onde pouco mais que o telemóvel cabia porque andar carregadas era uma seca. Neste dia, no Rock in Rio de 2006, a Marta (que está nas minhas pernas) desmaiou por não ter comido. E perdeu-se todo o foco da diversão. Levem malas onde consigam transportar água, alimentos que hidratem (fruta), que vos mantenham minimamente alimentadas até chegarem a casa e que não se estraguem com o calor - uma sandes, umas bolachas, um pacote de batatas... É uma grande seca andar carregadas, pois é, mas desmaiar ou perder uma hora numa fila para comer também.

6. Não se metam no meio de outras relações



É só a coisa mais idiota que podem fazer. Neste dia, meti-me com o de camisola azul. Era um amigo meu (e é hoje em dia) pelo qual eu tinha uma paixoneta. Ele tinha namorada e, nesta noite, demos uns beijos escondidos lá num canto. A namorada também estava lá. Na altura, achei tudo isto uma grande brincadeira mas a relação deles acabou, as amigas dela viram-nos e, depois disto, nós ainda andámos a sair mais uns meses. Óbvio que nunca ia dar em nada - não tínhamos nada a ver um com o outro e esta "relação" tinha começado com uma traição. E isto é uma lição que todas nós, mulheres, devemos aprender desde cedo. Por mais interessante que um tipo seja, se ele tem outra pessoa não se metam ao barulho. Porque, no fim, apenas vão ficar com uma história estúpida para contar e alguém, do outro lado, saiu magoado. Um dia, a pessoa magoada, pode ser uma de vocês.

7. Não saiam à noite com 80% do corpo destapado
E eu sei que basta irmos ao Urban Beach a uma sexta-feira à noite para vermos todas as raparigas meio despidas - mas, por favor, não o façam. Eu adorava ter tido alguém a dizer-me, há 10 anos atrás, que não precisava usar micro-vestidos e decotes até ao umbigo para ser sexy. Que é basicamente a razão por que todas as raparigas se despem para sair à noite. Vestirem-se à la gala da Casa dos Segredos é algo de que, mais tarde, vão ter vergonha alheia.

8. Não torrem ao sol um dia inteiro












Eu passava os dias inteiros na piscina ou na praia. À noite, ia sair até de manhã, chegávamos a casa, tomávamos o pequeno almoço e íamos para a piscina ou para a praia dormir. E este era o registo do verão. E devo ter perdido uns 5 ou 6 verões de vida assim. Sejam conscientes. Agora, existe muito mais informação do que aquela que existia há 10 anos atrás. Sabemos os perigos do sol, da exposição a horas perigosas e até do mal que faz não dormir. Não vão deixar de ficar morenas por se resguardarem entre o meio dia e as quatro. Usem essas horas para fazer qualquer outra coisa durante as vossas férias. E não se embebedem dia sim, dia sim. Cuidem do vosso corpo - porque é o único que vão ter.

9. Não sejam iguais às vossas amigas - tenham a vossa personalidade












Hoje em dia, quando olho para grupos de raparigas, reparo que são todas iguais. Usam os cabelos iguais, vestem-se de igual, falam igual e têm os mesmos comportamentos. Apesar de sempre ter sido muito nazi em relação a isto (raramente fazia coisas só porque todos o faziam), vestíamo-nos todas de igual e até os cabelos usávamos igual. Eu sei que é difícil, aos 20 anos, mantermo-nos fiéis à nossa personalidade porque esta é exactamente a idade em que estamos a aprender a ser quem somos. Mas não tenham vergonha de fazer as coisas que gostam ou vestir aquilo que realmente vos faz sentir bem, só porque o vosso grupo não o faz. Nem têm de se enrolar com idiotas no Urban Beach só porque todas as vossas amigas "curtiram" (ainda alguém usa a palavra curtir?) com alguém.

10. E, por último, não confundam amigos de festas com amigos verdadeiros


Quando temos 20 anos é normal termos grupos intermináveis de amigos. Saímos em grupo, vamos a festas com centenas de pessoas e, na praia, parece que estamos numa excursão. Mas não confundam os vossos amigos de festas com os amigos que vão ser para a vida. Porque esses são muito poucos. E quando chegarem aos 30, não vão ter tempo para estar com todas as pessoas de quem realmente gostam, quanto mais com as dezenas de amigos com quem iam para os copos. Por isso, dediquem o vosso tempo a quem vos faz sentir bem, a quem vos ouve, a quem vos deixa chorar no ombro, a quem vos diz o que não gostam de ouvir mas que sabe que tem de o fazer, a quem vos vai buscar às 5h da manhã a casa de um idiota, a quem vos ajuda a furar pneus de um traidor (ahah!), a quem vos abana e diz "ele não gosta de ti" e não a quem vos liga à sexta à noite para irem para o Main.

E quando chegarem aos 30 vão olhar para trás e pensar - sim, é um facto, hoje sou mais eu do que era aos 20.

10 comentários

  1. Ainda vou nos 24 e já percebi uma boa parte de que disseste por aí. Quando temos as hormonas aos saltos fazemos coisas muito estúpidas, realmente!


    Jiji

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida Helena, concordo inteiramente contigo.
    Nice post ;).
    Beijinhos.

    misscokette.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Boas dicas revejo-me em algumas das "asneiras" que mencionaste e fiz muitas que hoje coro de pensar, duvido que algumas miúdas com 18/ 19 ou 20's levem a letra todas as dicas do teu post, escrevo isto apenas porque quando tinha essa idade achava-me a dona da razão e acredito que seja o mesmo com a geração de agora!

    ResponderEliminar
  4. Ou a arte dos "se aos 20 soubesse o mesmo que sei aos 40 o que mudaria"

    ResponderEliminar
  5. Amei o post, identifico-me imenso com tudo o que escreveste. Se pudesse voltar 10 anos atrás... Se soubesse o que sei hoje!!
    Parabéns mais uma vez pelos posts fora do vulgar.
    Beijinho,
    Mafalda

    http://cucasandcookies.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Obrigada por me lembrares de algumas coisinhas ;P

    ResponderEliminar
  7. Realmente passei ao lado de uma geração... A exceção das noitadas atras de noitadas no verão não me identifico com nada. Tenho 30 anos, fui muito feliz aos 20 e a minha felicidade não passou por aí, sempre fui "do meu nariz" em tudo...
    Obrigada pelas recordações.

    ResponderEliminar
  8. Adorei o post. Brilhante! Parabéns, mais uma vez, pelo excelente blog. :)

    ResponderEliminar
  9. São mesmo dicas excelentes e mesmo muito importantes!! Todas devíamos saber isto antes...
    _Ela.

    ResponderEliminar
  10. Ainda assim, estavas guapísima! Qué carita máis linda

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.