O AMOR É OUTRA COISA #36 Valores, princípios e amor próprio: tudo o que uma mulher não deve perder

22 de fevereiro de 2016

Fotografia tirada por Marta Alves | The Pink Lemonade

De todas as vezes que vejo mulheres a colocarem os seus cérebros de lado e a comportarem-se como seres emocionalmente dependentes e instáveis por causa de um homem, morro um bocadinho mais por dentro. Minhas amigas, se odiamos tanto ser julgadas pelos nossos corpos ao invés dos nossos cérebros, porque é que os tiramos de dentro da nossa cabeça, os tapamos com os nossos belos cabelos e os deixamos a ganhar pó na prateleira enquanto passeamos livremente por esse mundo fora - ocas e felizes?

Alguma vez se perguntaram se, em algum momento da vossa vida, foram simplesmente burras? Os nossos antepassados lutaram para que chegássemos ao dia de hoje: livres. Podemos casar com quem quisermos, podemos divorciar-nos, podemos meter-nos na cama do número de homens que nos apetecer, podemos namorar com 300 tipos antes de escolhermos um para casar e temos liberdade para fazer o que bem nos entender com o nosso corpo e a nossa vida. Então, porque é que a colocamos nas mãos de um homem e tornamos toda a nossa existência dependente das suas escolhas?

Uma das minhas principais mensagens e que estou sempre a repetir é simples: mulheres, não se virem umas contra as outras. Tenham noção do vosso valor. Coloquem os vossos princípios acima de qualquer outra coisa. E não se rebaixem nem coloquem toda a nossa luta em vão por causa de um homem. 

E, como já perceberam, este não é um post contra os homens. Mas sim uma chamada de atenção para as mulheres.


Uma amiga conheceu um tipo que se estava a divorciar, ele prometeu-lhe mundos e fundos, ela apaixonou-se e foi morar com ele. A ex-mulher fez trinta por uma linha: invadiu a casa, deixou recados para a minha amiga, ofendeu-a nas redes sociais, roubou coisas da casa do ex-marido, lavou roupa suja em público e teve todos os comportamentos que envergonham o nosso género. E podem não estar lembradas mas eu já tinha falado sobre esta personagem há uns meses. Lembram-se?

Na altura eu escrevi: O problema das mulheres é virarem-se umas contra as outras. É colocarem todas as suas frustrações numa outra qualquer que, só por ser a nova namorada, é mais feia, mais gorda, mais puta, mais tudo. Concordo com tudo isto. Mas depois acrescentei: Ser a ex-namorada psicopata nunca, mas nuuuuuunca, vai trazer aquele homem de volta.

E foi exactamente aqui que me enganei. E, afinal, este post mostra como os homens são mesmo idiotas.

Este atrasado mental fartou-se da minha amiga, deu-lhe dois chutos no rabo e voltou para a ex-mulher que, meses antes, tanto tinha debochado. E todos os comportamentos da ex-mulher que o tinham envergonhado, não significaram nada quando se fartou de molhar o pincel na cama da minha amiga e decidiu voltar a chafurdar na relação antiga. A sério? O que é que se passa convosco homens? O vosso cérebro tem um chip que, volta e meia, é desligado por ordem superior?

A minha amiga - uma mulher madura e adulta - tratou de resolver todas as coisas pendentes com ele e seguiu com a vidinha dela. E, na semana passada, enviou-lhe um email com cópias das facturas de presentes que lhe tinha dado - caso ele precisasse para garantias - e pediu-lhe a factura de uma merda que ele lhe tinha comprado. A ex-mulher-agora-mulher-outra-vez na relação deles 2.0, respondeu ao email.

Eu sou a mulher dele e não tu... porta-te como tal: um caso, é tudo o que foste para ele.

A minha amiga foi um caso, tudo bem. E ela, o que foi? Pior: ela (que lhe vasculha os emails e as SMS quando ele vai dormir), o que é?

Em que momento é que uma mulher se presta a isto? Nunca na vida me iria passar pela cabeça ter qualquer atitude semelhante que colocasse em causa todos os meus valores. E - acreditem - se, um dia, por qualquer razão, eu perdesse o tino e o bom senso, muitas vidas felizes seriam abaladas com tanta coisa que sei sobre tanta gente. Mas isso far-me-ia a mim mais feliz? Magoar propositadamente alguém vai tornar a minha vida melhor? Acabar com relações de tipos que me magoaram e/ou traíram vai tornar as minhas relações mais felizes? Não. Então qual é o propósito de, simplesmente, nos rebaixarmos a este ponto?

Eu escrevo para mulheres. É isto que gosto de fazer. E se, por qualquer razão, dão por vocês a ter comportamentos semelhantes, PAREM JÁ COM ISSO. Sentem-se. Respirem fundo. Olhem para o ecrã e leiam o que vos digo. Lembrem-se quem são. Algum homem à face desta terra merece que percam o vosso equilíbrio, sensatez e paz de espírito? NÃO. 

Então, peguem nos vossos tarecos e sigam com a vossa vida. Se um tipo não quer estar convosco, é a vossa vez de não querer estar com ele. Não se rebaixem. Não implorem por amor. Não se virem contra a nova namorada dele. Não sejam a ex-namorada infeliz que, à mesa de jantar com os amigos, ele debocha ao mostrar as vossas mensagens. 

Mostrem tudo aquilo que são: mulheres independentes e com valor. E nunca, jamais em tempo algum, sejam como esta mulher neste email: infeliz, ressabiada e sem princípios.

6 comentários

  1. God... NUNCA fui esse tipo de mulher e espero nunca vir a ser... Na verdade, às vezes damos por nós a fazer coisas que nunca imaginámos fazer... Enfim.

    ResponderEliminar
  2. "Se um tipo não quer estar convosco, é a vossa vez de não querer estar com ele. Não se rebaixem. Não implorem por amor. Não se virem contra a nova namorada dele. Não sejam a ex-namorada infeliz que, à mesa de jantar com os amigos, ele debocha ao mostrar as vossas mensagens."

    O melhor conselho de sempre. Infelizmente já tive uma situação no passado em que também não me comportei da melhor maneira e hoje quando penso, não sei o que me aconteceu. Mas é importante para muitas mulheres lerem estas coisas. É preciso respirar fundo e recuperar a sensatez.

    Beijinho
    Inês

    ResponderEliminar
  3. E a burrice é tanta que....a culpa é sempre das mulheres que se meteram com os homens. Coitadinhos eles não fazem mal nenhum!!A culpa no limite é sempre deles!!Mas o amor cega...e elas preferem ser infelizes numa vida miserável de desconfiança!!
    Beijinho
    MARTA

    ResponderEliminar
  4. Fico indignada como uma mulher pode perder a noção do ridículo. É óbvio que todas nós temos momentos de raiva e que às vezes a vontade é mesmo de fazer algo estúpido, mas sinceramente... São momentos. E o melhor para se fazer, sempre, é permanecer fiel aos nossos valores. O silêncio muitas vezes é a melhor resposta (além de prova de maturidade). Essa mulher perdeu totalmente a credibilidade ao invadir o e-mail do namorado e, pior ainda, responder dessa maneira.

    Mais um texto maravilhoso, babe!
    Aguardando ansiosa pelo livro "O amor é outra coisa" <3

    ResponderEliminar
  5. Os teus textos são sempre tão bons e têm tanta razão! As mulheres têm de se respeitar e dar-se ao respeito. Neste caso esta senhora, durante o tempo que ficar com ele, nunca mais vai ter uma noite sossegada só a pensar em emails e mensagens dele... Sad.

    Glamour in a Bottle

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.