Fora com o velho, olá ao novo

27 de setembro de 2016


Eu sou uma pessoa de letras e nunca o devia ter negado - quando decidi estudar Política Social e, mais tarde, Criminologia. Mas, porque a vida dá as voltas que tem de dar para nos levar onde temos de ir, tive de passar por todas essas experiências até ser de novo colocada no meu lugar: a escrever.
A obsessão com a escrita diária


Para mim, as agendas nunca foram um sinal de regresso à rotina ou ao trabalho, como talvez o sejam para a grande maioria das pessoas. Uma agenda era para mim uma página em branco. Aquele momento em que me sentava (e sento) a preencher a primeira página, a dar-me a conhecer àquele livro em branco com os dias do meu próximo ano, era como uma terapia. Uma forma de dizer: olá, eu sou a Helena, vais ter o prazer de me conhecer durante o resto do ano. E não pensem que escrevia os meus compromissos (os testes, as visitas de estudo, as datas para entregar um qualquer trabalho de grupo...) nas quatro linhas de cada quadradinho diário. A par com os meus diários, eu escrevia um resumo do meu dia na agenda. Era quase uma obsessão em guardar o mais importante de cada dia: uma emoção, um sorriso de algum rapaz, uma tristeza, uma preocupação.

E esta obsessão - ou uma vontade extrema de não me esquecer de nada, um medo atroz de ser esquecida que me tem acompanhado a vida toda - fez-me guardar praticamente todos os anos da minha vida. Há uma música que me está gravada na cabeça - a música do anúncio d'A Minha Agenda - que dava na televisão todos os natais. Podem vê-la aqui neste video para uma dose de nostalgia. E não me lembro de nenhum Natal da minha vida em que não tivesse recebido uma A Minha Agenda da minha mãe que acompanhou, ao longo dos anos, esta minha obsessão com a escrita pessoal. Não faço ideia se ainda existem à venda hoje em dia. Agora temos uma série de marcas a criar agendas modernas e a estimular a organização nas pessoas.

Agendas: porque nunca deixamos de ser adolescentes

Este ano - e pela primeira vez há muito tempo - optei por uma agenda de ano escolar, ao invés de uma agenda anual porque queria algo da Mr. Wonderful, que descobri na Fnac. Os anos vão passando por nós mas a verdade é que, cá dentro, nunca deixamos de ser adolescentes. Continuamos a querer cadernos coloridos que nos dêem vontade de escrever. Agora já não faço resumos dos meus dias - e muito menos escrevo sobre o Dino, (mais) um rapaz da escola por quem era apaixonada em 1998 e que marcou a agenda da Mafalda. Agora marco compromissos, datas de entregas de artigos, contactos importantes que não posso perder, trabalhos, entrevistas. E apesar de confiar no digital, gosto de ter tudo escrito à mão para ter a certeza absoluta de que nada falha.

Nota: a única coisa que falhava nesta agenda era não ter um marcador, o que me obrigava a ter de andar sempre à procura da semana em que estou. Resolvi isso, ao atar uma fitinha à primeira argola. FYI: custa 16,95€ (na Fnac ou no site).






10 comentários

  1. Sempre gostei de agendas que as transformava em diários. Lembro-me que comprava as da bravo que saiam em Setembro :D Este ano tb comprei uma do tipo ano lectivo, porque sem dúvida que setembro é o meu janeiro :D
    Beijinhoo
    RITISSIMA BLOG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Xiii as da Bravo, cheias de fotografias dos cantores ahaha também tive, claro!!!

      Eliminar
  2. Não acredito que tens agendas desde 1998. Escrever já te está mesmo no sangue :-)

    ResponderEliminar
  3. Oh my god...eu tive uma dessas da mafalda :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha lindo! a Mafalda acabou por ser uma personagem de peso na nossa adolescência :)

      Eliminar
  4. Rita Ferreira Alves9/28/2016 08:41:00 da tarde

    Já está esgotada!!!!!!!

    ResponderEliminar
  5. Que linda Helena! Podes sempre recortar o picotado das folhas e assim não te perdes. Reparaste nesse detalhinho? Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Que linda Helena ... Podes sempre recortar o picotado nas folhas e assim não te perdes... Reparaste nesse detalhinho?

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.