O que nunca mais vou voltar a fazer na vida? Unhas de gel bierghhhh

27 de junho de 2017


Há poucas coisas relativamente às quais tenho absolutamente aversão mas unhas de gel são uma delas. Não consigo deixar de achá-las a moda mais hedionda que apareceu e parece que se entranhou na cabeça das mulheres (e de todas as minhas amigas). Eu e a minha mãe temos uma espécie de jogo que fazemos porque sempre que vamos a algum sítio - qualquer que ele seja, uma loja, um banco, o hospital, sei lá ...  - as mulheres têm unhas de gel tamanho XXXL. Claro que se calhar nós é que temos pontaria (e estou a generalizar e a brincar). Às vezes questiono-me se é um requisito que dizem nas entrevistas de emprego: tem de se ter unhas de gel para se fazer o máximo barulho possível e confundir os clientes. A minha mãe e eu olhamos imediatamente para as mãos das mulheres e, de seguida, olhamos uma para a outra e sorrimos. Porquê? Porquê, mulheres? O que é as unhas de gel têm que eu ainda não consegui compreender?

Mas porque gosto de experimentar tudo para não estar a mandar postas de pescada para o ar, há uns meses fui colocar unhas de gel para perceber qual é que era, afinal, a magia desta moda. E odiei. Cheguei mesmo ao ponto de as arrancar com uma lima porque estava a ficar maluca e não aguentava mais ter aquelas coisas a sair-me pelas pontas dos dedos e que me impediam de escrever, teclar e fazer coisas tão básicas como apanhar uma moeda. Magoei-me a coçar o olho, fiz feridas no couro cabeludo a lavar o cabelo, aleijei-me quinhentas vezes... e desisti.


Quando tirei o gel... 

Depois disto, aceitei ter unhas de gel mas do tamanho da minha própria unha. Gostei - porque não tinha de pintar as unhas de três em três dias - e repeti umas cinco ou seis vezes. Mas... um dia, uma unha de gel saltou-me e reparei que a minha própria unha parecia papel vegetal e doía-me imenso. Decidi tirar o gel todo. E tinha as unhas completamente destruídas - isto simplesmente ao fim de meia dúzia de vezes. Nem quero imaginar como está quem usa esta coisa abominável há anos.

Passei dois meses a aplicar um regenerador de unhas (Dr. Rescue de Maybelline) e uma pasta de óleos essenciais. Mas a verdade é que não sou uma pessoa de ter as unhas pintadas todo o santo dia. Gostava de ser mas não tenho paciência. Regra geral, não saio do mesmo quatro grupo de marcas a que já estou habituada, são fáceis de aplicar e têm boa durabilidade. Gosto também dos vernizes que têm efeito gelinho (como os da Cosmia e OPI) porque normalmente duram mais tempo.

Os que uso no dia-a-dia (quando estou com paciência, claro):

ANNY: gosto destes vernizes porque são de secagem rápida e fáceis de espalhar. Além disso, há centenas de cores e gosto particularmente dos que são de tamanho mini (como os da foto) porque tornam-se acessíveis.

OPI: foi a primeira marca a criar os vernizes de efeito gel (infinit shine) e, na verdade, são considerados os melhores vernizes do mundo. São um investimento - porque não são tão baratos assim, entre 15€ e 20€ - mas vale a pena ter uma ou outra cor. Duram, ficam quase perfeitos à primeira camada e os produtos de tratamento são maravilhosos (base, óleos de cutículas, top coats... tenho todos).

ESSIE: Os vernizes antigos já eram bons (e tenho uma coleção gigante) mas os novos (gel coutoure, a seguir a tendência da OPI) são óptimos para quem não tem paciência para pintar as unhas de dois em dois dias, como eu.  

COSMIA: Só os descobri há dois meses quando o Jumbo me mostrou a sua nova marca própria de beleza e fiquei curiosa porque o preço é apelativo (3,50€) e também promete o efeito gel de longa duração. Já experimentei os de secagem rápida (há 30 cores) e os de longa duração (há 20 cores) e ambos são resistentes. Gostei da relação preço/qualidade porque vale a pena comprar logo uma mão cheia deles. Na fotografia, estava a por um de secagem rápida.

2 comentários

  1. Estou contigo, Helena! Nunca fiz unhas de gel mas faço gelinho. Dá um jeito do caraças não ter de me preocupar com as unhas durante 3 semanas mas fico sempre preocupada com os efeitos nocivos que os vernizes e a luz LED podem fazer às minhas unhas. Cada vez que arranco o gelinho em casa, a minha unha fica muito fragilizada.
    Vou experimentar alguns vernizes de que falas a ver se resultam comigo - se o verniz sair, paciência, uma semana sem verniz também é bom para as unhas recuperarem :)

    ResponderEliminar
  2. Olá olá! Nunca fiz de gel, o mais próximo foi express gel, mas as minhas unhas são tão reles que nos indicadores saltam logo. Agora experimentei o método em pó e saltam na mesma ao fim de 1semana e meia, mas ja comprei o kit, elas ficam zero estragadas. E sim tb odeio unhas cumpridas, não é nada higiene por mais que digam todas as vantagens e mais algumas.

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.