Cuidados de pele no pós-verão dentro do budget

13 de setembro de 2017


Há uns anos, quando ainda era meio adolescente - ok há uns 10 anos -, os cuidados com o sol não eram tãããão falados assim. Lembro-me de ir para a praia e nem sequer levar protetor (colocava em casa) porque não havia a obsessão com os raios UV. Mas também me lembro de ter apanhado um escaldão no peito num dia em que troquei de bikini (antigamente também não tínhamos 10 fatos-de-banho por estação. Se tivéssemos dois já era bom) e tive de ir ao hospital porque o meu peito de lado (a zona que fica de fora quando usamos bikinis de triângulo) não ficou vermelho. Ficou roxo.


Foi o primeiro e único susto que precisei de apanhar para passar a ser absolutamente rigorosa nos cuidados com a pele. Uma das coisas que estou sempre a escrever é a desidratação e as agressões que a pele sofre no verão e de como é importante reforçar os cuidados na mudança da estação para manter a elasticidade e reverter a secura.


Há alguns produtos que são importantes no ano inteiro mas ainda mais nesta altura: exfoliantes de rosto e corpo, máscaras de rosto, produtos de limpeza e hidratantes... Basta isto para já estarem a ter uma rotina adequada e anti-envelhecimento. A Cosmia do Jumbo (que já vos tinha falado neste post) trouxe finalmente para Portugal a sua linha completa de rosto e corpo (que em Julho ainda não tinha chegado). Estou a usar estes dois de limpeza e a experimentar duas sugestões de hidratação para 30 anos. Uma das coisas interessantes é que os produtos estão divididos por idade, pelo que se pode procurar directamente por aí. Há também linhas hipoalergénicas, águas micelares, produtos de olhos, para peles oleosas, com acne, secas, sensíveis... tudo sem parabenos e com preços que rondam os 2€ e os 3€. Podem ver tudo aqui.

As minhas máscaras favoritas são as da Caudalie (rondam os 20€ cada uma) como já devem ter percebido porque tenho todas. Mas se tivesse que escolher ou só pudesse comprar apenas um único produto de rosto e corpo, apostava sempre no hidratante. No corpo só uso cremes gordos porque tenho a pele das pernas tão seca o ano todo que é difícil sobreviver sem algo mesmo forte. Além disso, e porque faço hidroginástica e natação, fico todos os dias com a pele áspera do cloro. Estou agora a usar o creme gordo extra para pele muito seca da Cosmia e que hidrata profundamente (custa só 2,50€). Aplico todos, todos, todos os dias à noite e de manhã uso o body lotion & oil de Nivea por ter uma absorção mais rápida (ronda os 5€). Também gosto deste da linha de verão do O Boticário (acho que já não está à venda).

Como sabem, eu sou adepta de marcas low-cost e já explorei tanto este tema que podia escrever toda uma dissertação sobre isto. Lembrem-se que as marcas de supermercado são, muitas vezes, mais seguras que as marcas pequenas e de nicho porque estão protegidas pela segurança de serem fabricadas por grandes retalhistas que nunca se vão colocar a jeito de colocar à venda produtos de má qualidade que possa colocar em risco toda a sua área de actuação (neste caso do hipermercado). Além disso, os hipermercados produzem em grande escala e, como tal, vão a laboratórios de confiança e usam ingredientes já reconhecidos pela sua eficácia (como o Q10 da linha de rosto).

Enviar um comentário

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.