Cuidar melhor da pele: atirei 2 sacos de maquilhagem e cremes para o lixo

9 de janeiro de 2018


Uma das coisas que (quase) tenho vergonha de assumir é que em casa de ferreiro, espeto de pau e sou aquela pessoa que dá conselhos de pele a toda a gente, ajudo a comprar produtos certos, sensibilizo e respondo a mil e uma dúvidas e, para mim, quase que esqueço do que prego. Cuido bem da pele mas depois sou desleixada e até hoje continuava a ter - na minha mesa de uso diário - coisas velhas e com mais de 2 ou 3 anos meramente por preguiça e por hábito de ter aquilo ali à mão. Ao ponto de estar a aplicar uma máscara de pestanas toda "nhanhosa" com uma caixa cheia delas novas e fechadas.


E dei por mim a pensar que não posso pregar uma coisa e fazer outra. Falo constantemente sobre cuidados de pele mas depois uso maquilhagem velha e que está aos pontapés pela minha casa há demasiado tempo e já fora de validade. Não sou como algumas amigas que têm a maquilhagem no carro porque se maquilham durante o caminho e isso sim, Jesus, é um crime contra a vossa pele. Porque as temperaturas dos carros não são de todo adequadas à validade dos produtos. Por isso não estou tão mal assim.


A validade dos produtos de beleza

Embora a maioria das pessoas (penso eu) já tenha em conta a validade dos cremes depois de abertos (eu tenho), não damos a mesma importância à maquilhagem. E é engraçado que um dos primeiros artigos que escrevi no Observador em 2015 tenha sido exactamente sobre isto (podem ler aqui). Claro que usar um creme velho não nos mata - talvez nos deixe com alguma irritação. Mas queria sensibilizar para a ideia de que muitos problemas de pele podem ser causados apenas por pincéis sujos ou produtos de maquilhagem velhos.

Tomem nota de alguns prazos:

  • A máscara de pestanas toda a gente já sabe porque começa a ficar pegajosa ao fim de 6 meses aberta.
  • Como não têm água, demoram algum tempo a degradar: os batons e os gloss duram sensivelmente dois anos. Como estão em contacto com a boca, limpem-nos sempre bem.
  • Os corretores e iluminadores podem durar um ano mas é difícil porque são produtos que estão em contacto direto com a pele e os pincéis e costumam secar antes disso.
  • Com excepção das bases em pó, todas as outras têm água pelo que são um paraíso para as bactérias. É o produto de beleza a que devem dar mais atenção e nunca usar depois de um ano aberta.
  • Os protetores solares nunca se devem reutilizar de ano para ano porque perdem a eficácia e a estabilidade da fórmula. Pode usar o do verão durante o inverno mas depois disso, lixo.
  • Os blush, as sombras e os produtos em pó são aqueles que mais duram - até três anos - mas é preciso protegê-los e lavar os pincéis com frequência para que não se criem contaminações superficiais. E isso sim, minhas senhoras, eu faço provavelmente de 15 em 15 dias.

Eu tenho alguns problemas de pele, principalmente acne que, volta e meia, me ataca em força. E de que até já falei várias vezes. Além disso (e até um pouco contraditório), a minha pele também sofre muito com picos de secura, pelo que decidi finalmente ser mais organizada e cuidada.

Atirei com 2 sacos de maquilhagem e cremes para o lixo e renovei toda a minha mesa com coisas novas. Quando partilhei com algumas amigas, disseram: ah podias ter-me mostrado para eu ver se queria alguma coisa. E tive de lhes repetir esta lengalenga: eram produtos velhos e que já deviam ter sido destruídos há muito tempo. Renovei toda a minha zona de beleza, principalmente a maquilhagem. Troquei tudo por produtos novos que (perdoem-me) estavam fechados em caixas à espera da melhor altura para os usar. 

Claro que tenho demasiadas coisas. Mas isto é uma parte do meu trabalho. Não sou nada apologista do consumo absurdo de cosméticos e, no meu caso, muitos dos que experimento é por trabalho. 

Se for a recomendar, recomendo até um kit bem simples: um hidratante, um creme de olhos, um protetor solar, uma máscara hidratante, um corretor (se for duplo com iluminador, melhor), uma cobertura (aposto cada vez mais em BB Creams e este é o que estou a usar e que está na minha gaveta), um pó compacto, uma máscara de pestanas, alguns acessórios para os olhos (curvex, lápis, um eyeliner e uma paleta de sombras - esta é a que tenho estado a usar no dia a dia super barata e com tons terra), um lápis de sobrancelhas e um blush. Por último, uma água termal ou um spray como a Eau de Beauté. 

Entre as minhas marcas, como podem ver, uso coisas muito variadas. Na pele, tenho usado cada vez mais marcas naturais (como até escrevi aqui) e, aos poucos, quero adoptar também para maquilhagem mas não sou extremista nem demasiado fundamentalista. Uso marcas que deixem a minha pele confortável, desde farmácia (como Caudalie ou Uriage), perfumaria (como Shiseido, Clarins ou Makeup Factory), supermercado (como Cosmia do Jumbo que também já falei aqui) e gosto de alguns produtos da Mac, do O Boticário, da Berenice, The Body Shop, Bobbi Brown, entre outros. 

Cuidarem da vossa pele e desapegarem-se às coisas é importante. Com isto quero dizer não guardar produtos só porque são marcas boas e não querem gastar muito (ou usar só em ocasiões especiais). Vão acabar por começar a estragar-se e não vão tirar partido das coisas que compram.






7 comentários

  1. Olá, Helena.
    Como já trabalhei em indústria de perfume, só aconselho a guardar os perfumes que estejam sem caixas dentro de gavetas, porque a luz degrada o aroma.

    Abraços!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lia, tens toda toda toda a razão! Eu tenho a maioria nas caixas mas também tenho muitos em cima de outro móvel. Como guardei muitas caixas, agora deste-me a ideia de voltar a "tapá-los" :P

      Eliminar
  2. Também dou um pouco como tu 😶
    Esta semana reparei que uma máscara JS está mais que na hora de ir para o lixo e até me deu uma dor no coração 😳
    Mas realmente já não a uso, acho que vou guardar a embalagem só pelo valor sentimental e por ficar bonita na gaveta 😁😁😁

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opaaaa!! Tens de fazer o desapego às marcas ou "por ficar bonita na gaveta". São só coisas, não significam nada!! :P

      Eliminar
  3. Helena, gostei muito do teu post. Sabes que eu tenho uma grande preocupação com a limpeza dos pincéis e foi uma maquilhadora profissional que me alertou para a importância deste ritual. Lá em casa as minhas máscaras de pestanas não duram muito tempo, porque é um produto de uso diário ;) E quanto aos protetores solares também não transitam de um ano para o outro e não paro de alertar as minhas amigas para este hábito. Para terminar, tenho um grande cuidado com a pele do rosto, já com a pele do corpo sou preguiçosa! É uma parvoíce, eu sei! Portanto nada como criar um novo hábito neste início de ano :)
    Beijinhos
    Rosarinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo com tudo, mesmo!! Adoro ver pessoas com estes cuidados :) Mas eu no corpo sou igual, desleixo-me tanto. E agora está frio e até custa aplicar cremes ahah e ainda por cima faço natação e fico com a pele super seca. Mas também me vou obrigando a criar novos hábitos :D

      Eliminar
  4. Nos Aliexpress e afins há umas maquinetas para lavar e secar pincéis que devem ser uma maravilha... Se eu ainda usasse pincéis, comprava uma coisa dessas. Já tive muita, muita maquilhagem (e uma batelada de pincéis), mas com o passar do tempo acabei por chegar aos essenciais, e só uso as mãos. Um BB, Blush em creme, máscara de pestanas e lápis de sobrancelhas (tenho um da benefit que tem uma escova na outra ponta). Às vezes uma cor YLBB nos lábios, ou o bálsamo maravilhoso da Clarins e já está. Ainda tenho milhares de sombras de olhos, mas como bem dizes, tem de ir tudo fora. Ainda adoro um cat eye, mas já não tenho a dedicação, tempo e oportunidades que antes tinha para o pôr em prática.

    Podias fazer um especial BBs/bases light e explicar à malta como less is definitely more ;)

    ResponderEliminar

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.