11 produtos de beleza que uso e recomendo a todas as mulheres (a maioria naturais)

5 de março de 2018


Uma das coisa que mais mudou em mim nos últimos anos foi a minha relação com a beleza. Quando comecei a trabalhar nesta área - em 2011 - também eu fiquei deslumbrada. Ficava louca com marcas como Chanel, Givenchy ou La Prairie e dava por mim a usar cosméticos nada adequados à minha pele só porque eram de marcas de luxo e me faziam sentir, nem sei bem, talvez mais sofisticada. Claro que nessa altura nem sequer me passava pela cabeça a quantidade de químicos que me estavam a entrar pela pele e o quão irresponsável estava a ser. É fácil cair nesta deslumbramento quando recebemos tudo e mais alguma coisa e temos acesso a marcas que na vida real jamais poderíamos comprar. É por isso que (carinhosamente) sorrio quando vejo influenciadoras e bloggers a mostrar marcas que nunca lhes chegariam ao nariz se as tivessem comprado com o seu dinheiro. Porque entendo. Já lá estive.

Nos últimos, talvez, três anos mudei radicalmente. Não sei se foi o cansaço desta área que tem vindo a ser cada vez maior ou se simplesmente se fez um click em mim que me fez entender o quão frívolo e desnecessário é isso na nossa vida. Ou, pelo menos, na minha.

O que agora mais faço é investigar, ler estudos e bulas de produtos ao invés de experimentar tudo e mais alguma coisa. Cada vez mais me tenho interessado por marcas naturais, conceitos menos químicos e abordagens muito mais amigas da pele. Volto a referir - como já o disse tantas vezes - que não adopto nunca uma postura extremista. Não quero dizer que agora só uso única e exclusivamente marcas naturais porque não é verdade. Em Outubro escrevi sobre a possibilidade que todos temos de ter cuidados mais naturais neste artigo e hoje quero mostrar onze produtos que recomendo a toda a gente (e ninguém me pagou para isso).


The Body Shop

É das minhas marcas favoritas por vários aspectos: ser activa na luta contra os testes em animais, por estar a explorar cada vez mais uma abordagem natural e por ser uma marca que contribui para o planeta e para a natureza com vários projectos ambientas (como outras que também uso como a Caudalie, Clarins, Lush ou O Boticário, por exemplo). O Amazonian Saviour Multi-Purpose Balm é uma espécie de bálsamo multi-usos que nutre intensamente e ajuda a reparar a aparência de marcas. No meu caso, tem feito milagres nas marcas de acne. Além disso, a sua fórmula é 100% natural e vegan, feita com apenas nove ingredientes e as vendas deste produto revertem totalmente para organizações que ajudam a criar comunidades sustentáveis. O Fuji Green Tea Refreshing Purifying Cleansing Hair Scrub foi uma descoberta maravilhosa. Tenho crises de caspa que, normalmente, me obrigavam a ir ao cabeleireiro fazer uma ampola anti-caspa. Até que experimentei este champô exfoliante que mistura chá verde japonês, mentol, cristais de sal e mel. Não faço ideia se o propósito deste produto era a caspa mas comigo funciona maravilhosamente. Aplica-se no couro cabeludo, esfrega-se e deixa-se actuar durante uns minutos. O que faz é remover todas as impurezas como resíduos de pó, fumo, suor e resíduos dos produtos que usamos. E, posso eu dizer, a caspa. É 100% vegan e sem silicones.

Clarins

É das marcas de perfumaria que mais uso e confio. Usa mais de 250 extratos de plantas naturais nas suas fórmulas e são todos cuidadosamente selecionados pela sua eficácia e com o maior cuidado para o meio ambiente para proteger a biodiversidade do nosso planeta. O Blue Orchid Face Treatment Oil é um óleo quase mágico. É adequado a pele desidratada, com uma textura comprometida (como a minha estava), que tonifica, revitaliza e dá brilho. Utiliza os princípios da aromaterapia (que adoro) e da fitoterapia e combina extratos de plantas e óleos essenciais para ajudar a reequilibrar a pele, a prevenir a perda de humidade e a formação de linhas. Comecei a usar há umas semanas todas as manhãs e as diferenças na minha textura da pele são incríveis. A SOS Comfort Masque Baumé Nourrissant faz parte de três máscaras para urgências de beleza que a marca lançou o ano passado e, apesar de ser absolutamente apaixonada pelas máscaras de Caudalie, a verdade é que estas têm um efeito incrível naquilo a que se propõem: urgências. A amarela é a que tenho usado mais porque a minha pele tem tendência a ficar, à falta de melhor expressão, pesada e desconfortável devido aos picos de secura. Esta máscara funciona como uma espécie de bálsamo nutritivo que restitui a flexibilidade à pele, suaviza e nutre em urgências de pele mais seca.

Sisley Paris

Não é uma marca que use muito no meu dia-a-dia porque não é para a minha carteira mas confesso que é daquelas que sempre que recebo produtos, estudo-os entusiasticamente porque sei que vou usar. E ao contrário do que muita gente pode pensar, toda a marca (skincare, perfumes e maquilhagem) baseia-se no conceito da fitocosmetologia que descreve produtos de beleza baseados na qualidade e nos benefícios de extratos de plantas naturais. E o mais interessante é que a marca é conhecida por descontinuar muitos produtos mas a razão é simples: quando não consegue obter a mesma qualidade de certos ingredientes, prefere descontinuar os produtos e criar novos. Além disso, são produtos sem fragrâncias e o cheiro (maravilhoso) é mesmo dos óleos essenciais e das plantas botânicas que a marca usa. Já usei (e recomendo) vários como o SisleYouth (para primeiras rugas) e o Phyto-Cernes Eclat (o melhor corretor de olheiras de sempre). Mas vou destacar aqui a Máscara So Intense que é uma máscara de volume e alongamento e a melhor que usei até hoje. A seguir, para mim, está a de Marc Jacobs. E uma das coisas que mais digo e recomendo é que vale a pena investir dinheiro numa boa máscara e, para quem não pode estar sempre a gastar 60€, depois reutilizar. Porque é o que eu faço. A escova desta máscara tem um formato inovador que alonga e separa as pestanas para um efeito de volume maior. Como a máscara já acabou, uso agora a escova noutras máscaras mais baratas que também gosto para conseguir um efeito quase idêntico.



Cosmia

Já falei sobre a Cosmia neste post que foi dos mais lidos até agora no blog e, embora na altura tenha destacado o BB Cream por ser hipoalergénico à prova de qualquer intolerância (e isto é uma novidade porque a Cosmia é a primeira marca de hipermercado a apresentar uma gama hipoalergénica), a verdade é que à medida que comecei a experimentar outros produtos, o CC Cream destacou-se ainda mais. É um produto que tem uma textura em mousse leve e que absorve a oleosidade (que eu não tenho por aí além mas ao longo do dia fico sempre com algum brilho na zona T), cobre imperfeições (tem uma cobertura óptima para quem quer tapar marcas mas não quer usar bases pesadas) e tem um acabamento em pó. Já o BB Cream tem um complexo activo de vitaminas C e B, é hidratante, uniformiza o tom de pele e dá um acabamento natural. Tanto um como outro, recomendo, usem e abusem até porque os preços são simpáticos: 6, 50€.

Puressentiel

Nem sei por onde começar no que toca à Aromaterapia. Eu sou absolutamente fã, já experimento há anos (embora de forma não profissional) e tenho vindo a melhorar os meus conhecimentos. Para quem sofre de acne, como eu, já experimentei de tudo e já falei muito sobre isso. Produtos que realmente funcionaram comigo: o Benzac (mas mancha e estraga as almofadas), a máscara glicólica de Caudalie (aplicada topicamente só na borbulha e deixar ficar durante a noite), o clássico Tea Tree Oil da The Body Shop (nada a dizer, adoro e custa seis ou sete euros). Mas nas minhas experiências com aromaterapia - e depois de ter entrevistado Isabelle Pacchioni, criadora da Puressentiel, que podem ler aqui no Obervador - experimentei um óleo essencial puro de Tea Tree e é absolutamente incrível. Duas gotinhas num cotonete e aplicar directamente nas borbulhas à noite. De manhã? Nada.

Uriage

Os benefício da Água Termal de Uriage já são amplamente reconhecidos e a estância termal cura há dois séculos pessoas com doenças de pele. A história é gira: Em 1823, a Marquesa de Gautheron, proprietária do castelo d'Uriage, construiu a sua primeira estância termal com os benefícios da nascente que era considerada milagrosa. Em 1920, a Academia de Medicina reconheceu as propriedades únicas da Água Termal d'Uriage após constatar os resultados benéficos obtidos em curas e estudos científicos realizados e Uriage tornou-se uma cidade termal da moda. Em 1992, foi criada a marca Uriage e os primeiros cuidados dermocosméticos à base de água termal e o resto já se sabe. No meu caso, recomendo a toda a gente a linha Eau Thermal porque é uma linha de hidratação intensa. O Crème D'Eau Légère dá uma sensação de frescura imediata, ajuda a reconstruir a barreira cutânea da pele para manter o nível de hidratação ideal e - o mais interessante - permite formar uma espécie de filme superficial na pele e libertar gradualmente os seus agentes hidratantes. Nos primeiros tempos em que retomei a natação e a hidroginástica (em Julho do ano passado), a minha pele ficou com uma secura fora do normal (tanto no rosto como no corpo). Na altura, tinha uma amostra em casa e um dia levei para o ginásio porque estava num estado tão mau que a pele me ardia. Depois do banho, ainda no balneário, comecei a aplicar um pouco no rosto todo e as diferenças foram incríveis. Não uso todos os dias - apenas quando vou à piscina - e nos dias em que sinto a pele mais repuxada, uso o sérum à noite (tem uma acção hidratante duas vezes mais concentrada).

NOVexpert

Para quem não conhece, digo já que a NOVexpert é uma marca de perfumaria (da Perfumes & Companhia) natural. O mais interessante é que é uma marca baseada nos princípios "cosmecêuticos" ou seja, que junta cosméticos e produtos farmacêuticos. Por outras palavras, são produtos com fórmulas mais avançadas e concentradas e, ainda assim, totalmente naturais. Algumas das fórmulas são até certificadas pela Ecocert (que certifica os produtos orgânicos). A marca tem produtos que não são 100% naturais (porque por exemplo a vitamina C estabilizada e o ácido glicólico são ingredientes que não são 100% naturais) mas estão totalmente descritos nas embalagens, juntamente com as suas percentagens (em média, ultrapassam os 95%). Já usei tantos produtos desta marca que já perdi a conta, desde produtos de limpeza, máscaras e séruns. Mas vou destacar a linha de ácido hialurónico porque é absolutamente fantástica. O Booster Serum With Hyaluronic Acid é altamente concentrado neste ingrediente (é o produto dermatológico com maior concentração de ácido hialurónico na Europa) e tem quatro diferentes pesos moleculares de ácidos hialurónicos para actuar em todas as camadas da pele. É um potente produto para rugas, hidratação e um anti-envelhecimento global. E recomendo a toda a gente da minha idade que já quer retardar e alisar as rugas existentes. Pode ser usado de manhã e à noite, mas uso apenas à noite depois de limpar a pele.



Uma história de amor com Caudalie

Já falei tanto de Caudalie aqui, no Instagram e a toda a gente que me contacta que, nem sei, deveria receber uma % das vendas em Portugal. Ser uma espécie de revendedora ehehe. O que mais posso dizer para quem ainda tem dúvidas? É uma marca 100% natural e orgânica e eu sei que a questão dos testes em animais é discutida mas deixem-me dizer-vos uma coisa: a Caudalie é contra todos os testes em animais mas, infelizmente, o mercado chinês ainda os faz. Ainda assim, a marca doa todos os anos 1% dos lucros a várias ONGs ambientais que trabalham na protecção do ambiente, das espécies e na reflorestação de áreas. Desde 2015, Mathilde (a fundadora) e Bertrand Thomas mudaram-se para Hong Kong onde estão a trabalhar com outras marcas de cosméticos e com ONGs na tentativa de ensinar ao governo chinês uma alternativa aos testes em animais para que as leis sejam alteradas. A Caudalie apoia ainda financeiramente a associação americana IIVS (Institute for In Vitro Sciences) que pressiona presentemente a China para que sejam praticados métodos alternativos. Ou seja, é uma marca que está consciente do que se passa e que trabalha para que o mundo mude.

Não consigo destacar ou recomendar apenas um produto porque já usei tantos, tantos, tantos. Mas entre os meus favoritos está a Eau de Beauté (já escrevi sobre a sua história aqui no Observador) que tem mil e uma utilidades. Aplico sempre depois da maquilhagem, tenho uma na mala para usar durante o dia, borrifo também antes de dormir, refresca instantaneamente, hidrata, fecha os poros e dá energia à pele. Outro produto recente da marca e que depois de experimentarem vão perceber porque é tão bom é o Vinoperfect Essência Concentrada. A essência ainda não é um produto muito explorado no mercado europeu (podem ler mais aqui no Observador) mas é uma tendência da Coreia que vai tornar-se ainda bastante grande aqui. É um produto entre uma loção e um sérum com uma textura aquosa e rica em activos. Basicamente, elimina as células mortas, revela a luminosidade natural, prepara a pele para receber os activos dos produtos que se aplicam de seguida e infunde a pele de humidade, pelo que também fica com uma textura muito mais "apta" a receber a maquilhagem. Uso de manhã com a pele limpa antes de aplicar qualquer creme.

Como sabem, não gosto de fazer posts de beleza com novidades ou montagens de produtos de shopping (embora já o tenha feito no passado mas é mesmo assim, estamos sempre a mudar) porque não sinto que isso tenha algum interesse. O que procuro é sensibilizar, ajudar as mulheres a fazerem compras mais conscientes e, acima de tudo, a compreenderem melhor a sua pele. 

Nenhuma marca me pagou para fazer este post.

5 comentários

  1. Eu amo a Eau de Beaute da Caudalie !

    https://patriciarodriguesmakeup.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Helena, tenho acompanhado o teu blog talvez desde o inicio ou pelo menos desde muito cedo e posso dizer-te que és das poucas pessoas que se soube ir adaptando à medida que o blog foi crescendo. Confesso que ao inicio te lia só para ler os teus textos do Amor é outra Coisa porque tudo o resto era para mim mais do mesmo. Mas é de louvar o teu crescimento e mudança porque neste momento não há um único dia que não venha cá ver se já há um post novo. Os últimos de beleza foram pertinentes e informativos. Também sou fa da Coquete à Portuguesa e da Living in B Shoes e das reviews hiper bem explicadas delas e o teu, embora não seja de beleza como o delas, tenho adorado todos os posts mais focados nisto porque mais do que mostrares o que recebes como todas as outras, partilhas conhecimentos que acredito que tenhas mais do que qualquer outra pessoa dada a tua profissão.

    Acho que nunca tinha comentado antes mas não podia deixar de o fazer hoje depois de teres abordado a tua mudança e como evoluiste nos últimos anos.

    E queremos mais crónicas do Amor é Outra coisa (e claro que comprei o livro) xD

    ResponderEliminar
  3. Eu descobri a Cosmia graças a esse post de que falas e nada do que já usei me desiludiu :-) Adorei os produtos de banho e continuo a usar e um corretor em stick que escreveste na altura. Vou experimentar o CC porque também não gosto de bases pesadas. Por isso, agora depois de ler este, estou com imensa curiosidade em experimentar a NOVexpert e não fazia ideia de que a Sisley também tinha uma abordagem tão natural (mas também não é para a minha carteira) ha ha ha!

    ResponderEliminar
  4. Eu adoro a marca Caudalie e quero muito experimentar a água de beleza mas sempre que vou as farmácias está esgotada.. 😂😶

    ResponderEliminar
  5. Namoro sempre imenso a Cosmia mas ainda não me decidi que produtos trazer para casa... entre a maquilhagem, a cosmética, os produtos para o cabelo e o corpo...
    Para o dia-a-dia, o que recomendarias primeiro - para me apaixonar e não largar?

    ResponderEliminar

FOLLOW ME ON INSTAGRAM

© Helena Magalhães. All Rights Reserved. Design by Fearne.