InExtenso Lab: porque as empresas devem apoiar os jovens portugueses

19 de novembro de 2018


Uma das coisas que mais gosto é saber de empresas que apoiam os jovens na sua área de actuação. Porque falta isso. Falta essa vertente mais "pensar no futuro" e falta o abrir portas que, para mim, é um dos grandes handicap do nosso país. Poderia falar-vos de todas as coisas que penso sobre o mercado literário em Portugal e da forma como não se abre portas aos novos escritores mas, enfim, já falei neste post (podem reler).

Nos últimos meses acompanhei o projecto INEXTENSO Lab desenvolvido pelo Grupo Auchan. Infelizmente - e porque tive problemas pessoais familiares - não tive oportunidade de ir assistir à cerimónia final mas tenho agora a possibilidade de partilhar este projecto tão giro. A equipa de design da marca de moda InExtenso (gerida pelo Grupo Auchan e comercializada em Portugal pelo Jumbo) uniu-se a Escolas de Moda da Europa com o desafio de colocar jovens alunos a criarem coleções cápsula em colaboração com a InExtenso.

Esta foi uma forma de lançar os jovens que estão a estudar design de moda nos desafios do mundo laboral, proporcionar-lhes esta experiência e enriquecer os seus currículos. O tema era criarem looks "Party Wear" e os três vencedores foram Portugal, Hungria e Roménia cujos looks estão agora à venda em todas as lojas Jumbo da Europa. A nossa jovem portuguesa é a Ana Rita Novo Milhazes de 18 anos e da Escola de Moda do Porto que desenhou um macacão preto e um quimono transparente com mangas à boca de sino (e que eu tenho vestido nas fotografias em baixo).

E este projeto correu tão bem que o InExtenso Lab (capsule collections created by young designers) vai repetir-se no próximo ano, sob o tema roupa sporty, para desafiar mais jovens a criar uma coleção. 

Como não gostar? Dá-me que pensar que falta mais disto em Portugal. Mais empresas a desenvolver projetos que estimulem os jovens, que lhes abram portas, que enriqueçam as suas competências, as suas capacidades, os seus currículos, a sua criatividade...

Esta coleção dos designers foi complementada com acessórios e outras peças de festa: meias, casacos, lingerie e, claro, a coleção de calçado made in Portugal feita por fábricas e materiais portugueses.

À esquerda, o look de Raul Lazar da Roménia com um casaco acetinado curto (29,99€) e umas calças de fato com inspiração sporty (24,99€) e, à direita, o look português com o macacão (29,99€) e o quimono (19,99€).
As minhas botas favoritas da coleção de inverno made in Portugal :-)

E a nova lingerie de festa. Maravilhosa!

Em baixo, meias transparentes e de festa e estas camisolas interiores transparentes (tenho em cor de pele e agora esta preta) que dão imenso jeito e, surpreendentemente, aquecem mesmo.



Podem ver todo o catálogo de party aqui e a coleção cápsula made in Portugal aqui.

Post escrito em exclusivo para Auchan.

Enviar um comentário

Latest Instagrams

© Helena Magalhães. Design by FCD.